Resenha: A Maldição do Tigre

Título: A Maldição do Tigre
Autor: Colleen Houck
Páginas: 344 páginas
Editora: Arqueiro
Paixão. Destino. Lealdade. Você arriscaria tudo para salvar seu grande amor? Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem. 


                                       Minha opinião:                                    


Após ler inúmeras resenhas que classificavam este livro como excelente ou péssimo, decidi que precisava conhecer esta estória, para entender o motivo de tanto amor e ódio por esta série. Assim como outras blogueiras das quais vi resenhas, encaixei-me no grupo do amor. A Maldição do Tigre me ganhou com uma rapidez impressionante, estou mais do que louca para ler o segundo volume da série.

Tudo começa contando a estória de Kelsey uma garota que acabara de perder seus pais num acidente de carro e que morava com sua família adotiva. Para pagar a faculdade, ela resolve trabalhar no verão, seu primeiro emprego é num circo que está na cidade, onde ela fica responsável por cuidar dos cães e do tigre que lá se encontram. Kelsey, porém, sente uma ligação forte e irracional, a princípio, com o tigre. Ela começa a ler para a grande fera branca e acaba tornando-se amiga do animal. Quando o emprego de Kelsey está para terminar, um homem chega ao circo com a proposta de comprar o tigre e leva-lo para uma reserva ambiental na Índia. Kelsey é designada para acompanhar o tigre durante a viagem, por já estar acostumada com o animal e ele com ela. É nessa viagem, que ela acaba descobrindo que o tigre pelo qual tomou tanto afeto pode não ser exatamente o que ela imaginava.

“Quando a jaula do tigre passou diante de mim, tive uma vontade súbita de acariciar-lhe a cabeça e confortá-lo. Eu não sabia se tigres podiam demonstrar emoções, mas por algum motivo eu tinha a impressão de que podia sentir seu estado de espírito. Parecia melancólico.”
Página 28 (A Maldição do Tigre)

O livro me fez mergulhar de cabeça, a leitura foi extremamente rápida, sem contar que eu me sentia parte da estória. Foi uma enorme surpresa! Fiquei encantada com a narrativa, que é feita em primeira pessoa por Kelsey. Em meio a todas as muitas aventuras que a protagonista vive, sempre há uma lenda indiana ou algo de interessante sobre a cultura hindu, ou a lenda de alguns deuses e seus templos, enfim, mergulha-se totalmente no universo indiano. Aliás, são justamente as lendas indianas que a autora tomou como base para desenvolver a estória. A cultura chama a atenção do leitor, já que não tinha o interesse pelas lendas indianas, descobri que podem ser bastante interessantes.

Os personagens me agradaram bastante, apesar de Kelsey ter me deixado com raiva no final do livro, compreendi em parte sua atitude, mas ainda estou indignada, espero que seja mais aprofundada no segundo volume e, pelo que tudo indica, resolvida.

O universo criado pela autora foi extremamente propício para as aventuras se desenvolverem. As páginas voaram e quando acabei a leitura senti saudades. Espero começar o segundo volume em breve, para seguir em mais aventuras. Já vi resenhas positivas em vários blogs que gosto, portanto estou bem ansiosa e com muitas expectativas.

Não poderia ainda deixar de dizer que a diagramação do livro é um detalhe à parte. A capa com efeito metálico e destaque para os olhos azul cobalto do tigre branco, além do título e dos detalhes no topo da capa em relevo, deixaram ainda mais bela esta obra. Recomendo demais a leitura!

Beijos,
Amanda

4 comentários:

  1. Pois é, eu tbm vejo um monte de blogueiras falando bem do livro uma pena que ainda não teve a oportunidade de le-lo, que bom que você ficou no grupo que fala bem assim as minhas expectativas vão nas alturas kkk

    Beijos
    http://www.partesdeumdiario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você goste da leitura. Ela é muito boa, o que mais gostei foi a quantidade de cultura nele, isso normalmente me atrai em livros.
      Boa leitura!

      Beijinhos

      Excluir
  2. Eu estou doido para ler esse livro ;-;
    Aceito ele de natal... Kkkkkkkkk'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrsrs... Este livro é muito bom e estou louca pela continuação, que aceito de Natal rsrsrsrsrs :D

      Excluir



Visualizações

Arquivo

Categorias