Dicas para a aproveitar a Black Friday!

Black Friday, ou, na tradução literal, Sexta Negra, é o dia de lojas eletrônicas darem a seus clientes grandes descontos em produtos gerais. A verdade é que este evento já é muito comum lá fora, mas chegou ao Brasil e ganhou os consumidores brasileiros e já está na sua quinta edição.

Nos Estados Unidos, esta é uma data que normalmente acontece após do Dia de Ação de Graças. Aqui no Brasil, este ano, a data marcada para tantos descontos é dia 28 de novembro. Porém os consumidores que já estiveram nas outras edições (eu uma delas) sabem as complicações que este evento já teve, desde sites completamente travados durante a hora da promoção até falsas promoções.

Este ano, porém, a Camara-e.net criou, em parceria com o Busca Descontos, organizador do evento, o Black Friday Legal, uma espécie de selo de qualidade, e 420 lojas já mostraram interesse em obter a qualificação. Isso ajudaria a evitar os descontos mascarados, como ocorreram na edições anteriores. Pode ser que os descontos deste ano diminuam, entretanto serão descontos reais e o consumidor não será lesado.

Mas há quem se perca em meio a tantas ofertas e preços bons, principalmente nós, leitores, que dificilmente vemos livros caírem tanto de preço. Foi pensando nisso que resolvi dar algumas dicas para vocês, são coisas simples que eu fiz nas edições anteriores e deram certo e gostaria de dividir com quem está na dúvida. Vamos lá?

  • Faça uma lista com tudo aquilo quer. No meu caso, que aproveito a Black Friday para comprar livros, vou pesquisar os livros que quero em, no mínimo três lojas diferentes, ou no Buscapé (buscador de preços). Assim que eu encontrar o preço, anoto. Isso é muito importante, pois algumas lojas, em edições anteriores, deram sim desconto, mas depois de subir enlouquecedoramente o preço do produto, assim o consumidor acabava pagando ainda mais. Mesmo com o selo de qualidade deste ano é melhor se prevenir.
  • Depois da lista e preços em mãos, determine o quanto você pode e tem para gastar. Faça uma espécie de balanço. Todos os anos eu estipulo uma quantia menor do que a que eu tenho como máximo, para não correr o risco de estourar meu orçamento. Além disso, esse dinheiro que "sobrou" eu uso para uma oferta realmente imperdível, ou para o frete, porque, apesar de muitas pessoas esquecerem dele, nós pagamos frete em algumas lojas durante a Black Friday.
  • Por falar em frete, tenha muito cuidado. Algumas lojas já deram desconto, mas deixaram o valor do frete tão alto, tão alto, que o preço do produto voltou quase ao integral. Por isso, se puder, simule a compra antes e veja o quanto vai pagar de frete.
  • Não saia comprando em qualquer loja apenas por que o preço está excelente. Se você nunca ouviu falar na loja, ou nunca comprou nada lá, pode ser uma grande cilada comprar agora, principalmente numa data em que se costuma comprar muito.
  • Parece óbvio, mas nem sempre é, então lembre-se de conferir se o site onde você está comprando possui email, telefone, ou qualquer outro meio de contato, para caso você tenha problema com suas compras. Às vezes, na euforia da compra, nos esquecemos deste dado valioso.
  • É direito do consumidor devolver o produto em até sete dias. Se você não conseguir ir trocar seu produto neste período, contate a loja da qual comprou e registre que a procurou para garantir o direito de troca.
  • A loja é OBRIGADA a ter o produto oferecido em estoque. Assim, se o seu produto faltar, a entrega deve ser garantida pelo Código de Defesa do Consumidor. ;)
  • Cuidado ao comprar em sites internacionais. Eu sei que muitas vezes esta é a melhor época para procurá-los, mas nem sempre é uma boa, porque a legislação do consumidor brasileiro não se aplica a eles.
  • Tente comprar no boleto, pois apesar dos cartões de crédito serem mais práticos e mais rápidos, você pode conseguir algum desconto pagando em boletos. Além disso, caso você pense melhor e desista da compra, basta não pagar o boleto, mas se comprar no cartão, não tem volta, você terá que ficar com o produto.
  • Algo muito bacana são sites como o Cupons Mágicos, onde você pode fazer a sua listinha de desejos (não precisa ser apenas livros) e eles te enviarão por email sites onde estes produtos que você escolheu estão com desconto. Não é demais?

Acredito que estas são as principais dicas, mas, de um modo geral, vá com calma e compre em locais confiáveis. Se mesmos depois de tudo isso você ainda está com "um pé atrás", não se preocupe, o Procon fez uma lista com os 400 sites que devem ser EVITADOS para compras, com base em seus históricos em outras edições da Black Friday.
É isso, gente! Espero que as dicas tenham sido úteis.
Boas compras!

0 comentários:

Postar um comentário



Visualizações

Arquivo

Categorias